Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

Como conservar sua cuia de chimarrão.

Para cuia nova:

Passar água em temperatura para chimarrão.

Para utilizá-la novamente verifique se o porongo está bem seco, esse processo pode variar de acordo com o clima e a umidade do local.

Somente reutilize o mesmo quando estiver seco, isto pode ser mais demorado quando a cuia é nova.


DICAS IMPORTANTES:


Não há necessidade de “curtir”, “curar”, “queimar” ou utilizar água fervente para utilizar a cuia, estes procedimentos irão danificar o porongo que é sensível à alta temperatura, pois ele reage de forma semelhante à madeira. Este procedimento vem da época em que o porongo era utilizado de forma quase bruta, ou seja, se retirava somente com uma faca ou colher, a parte macia, que precisava então ainda ser retirada com o uso.
No processo de fabricação do produto, essa parte interna é totalmente retirada, já estando o porongo na parte mais sólida.
Além disso, os porongos são colhidos na época adequada e ficam armazenados para a secagem, isso pode ser verificado pela ausência de odor.


UTILIZANDO A CUIA NO DIA A DIA


Após tomar seu chimarrão, retirar a erva mate e lavar internamente com água corrente.
Guardar em local seco e arejado, em pé, é importante manter a cuia seca, mas sempre ao natural.
Evitar o sol, este causará rachaduras e manchas no porongo, esses danos são irreversíveis.
Não utilizar esponja de aço, detergente ou qualquer produto químico.